10 dicas para lidar com a ansiedade e o estresse no trabalho

Publicado originalmente em: businessinsider.com

Se você está se sentindo ansiedade ou estresse em seu trabalho, não se preocupe: você não está só. De fato, mesmo com o afrouxamento das medidas de prevenção da Covid-19, o estresse relacionado ao trabalho é um grande problema. 

Uma pesquisa feita pela Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje) mostrou que 52% dos trabalhadores brasileiros sofrem de ansiedade enquanto estão no local de trabalho. Outros 47% disseram se sentir cansados com frequência. O desânimo e a frustração foram apontados como principal sentimento por 22% e 21% dos profissionais entrevistados.

Estar presente no local de trabalho pode ser ainda mais difícil para indivíduos que lidam com ansiedade. Então, o que alguém com ansiedade pode fazer para se sentir mais confortável enquanto trabalha?

1. O mais importante é não mudar a maneira como você vive.

Pessoas com ansiedade devem evitar se limitar, de acordo com Marla Deibler, psicóloga clínica e fundadora do Centro de Saúde Emocional da Grande Filadélfia, nos Estados Unidos.

“Aqueles que lutam contra a ansiedade podem tentar participar plenamente da vida, apesar de sua experiência corporal de ansiedade, em qualquer lugar a qualquer hora”, diz Deibler. “Esta pessoa tem que estar disposta a experimentar a si e suas experiências privadas (pensamentos, sentimentos, sensações físicas, etc.) para cessar a luta com a ansiedade.”

Embora isso possa parecer difícil de fazer durante o isolamento social, especialistas dizem que atividades como escrever em um diário, ioga e meditação podem ajudar a pessoa a se sentir totalmente presente no momento.

2. Não reprima sua ansiedade.

Sufocar seus sentimentos é contraproducente.

“Todo mundo tem ansiedade”, diz Deibler. “É uma resposta normal ao estresse. Deixe-a entrar quando ela aparecer. Pratique a aceitação. Ao invés de tentar afastá-la (o que tende a ser inútil, resultando em sobrecarga e sensação de perda de controle), abra espaço para a ansiedade. Está aparecendo para tentar chamar sua atenção para algo.”

Deibler diz que, ao permitir espaço para alguma ansiedade enquanto você está trabalhando, você a tornará menos incômoda a longo prazo.

3. Preste atenção

Confira regularmente como está se sentindo de vez em quando.

“Examine a ansiedade com curiosidade quando ela aparecer, ao invés de rejeitá-la”, diz Deibler. “O que você percebe quando ele aparece? O que você está pensando e sentindo?”

4. Convide a ansiedade para o passeio.

Enfrente a ansiedade. Se você está sentindo um certo nervoso em falar em público, faça uma aula online para melhorar suas habilidades. Se você tem medo de falar com seus colegas de trabalho, tente iniciar uma conversa por meio de bate-papo por vídeo. 

“Tente se colocar em situações que levam à ansiedade. Assim, você vai se dar conta que pode insistir e conseguir atingir o seu objetivo apesar da ansiedade”, diz Deibler. “Expor-se a situações que provocam ansiedade, ao invés de evitá-las, ajuda a mudar sua relação com a ansiedade e aumentar sua confiança nessas situações”.

5. Pratique o autocuidado.

Não se esqueça de cuidar de você.

“Atenha-se aos seus próprios sentimentos. Pratique um estilo de vida saudável: boa alimentação, sono e exercícios são importantes para o bem-estar, resiliência e gerenciamento saudável do estresse”, diz Deibler.

6. Lembre-se de que sua mente nem sempre é a melhor conselheira.

Às vezes, você não pode confiar em você.

“Nossas mentes gostam de contar histórias, analisar, julgar, dar conselhos e criticar”, diz Deibler. “Às vezes, esses pensamentos são extremamente inúteis para nós. Observe o que sua mente faz. Analise os pensamentos. Perceba que eles não são verdades objetivas. Você decide quais pensamentos são dignos de sua atenção.”

7. Faça uma pausa.

Deibler observa que mudar seu ritmo ou cenário de tempos em tempos realmente ajuda a controlar a ansiedade. Encontre maneiras de fazer isso: talvez tome sol se você tiver um quintal ou dê um passeio em um parque próximo. 

8. Experimente o relaxamento muscular progressivo.

Faça exercícios que relaxem o corpo e deixem a mente à vontade.

“Respiração diafragmática ou outra prática indutora de relaxamento (por exemplo, atenção plena meditação, relaxamento muscular progressivo , exercícios de imaginação guiada, tai chi, ioga) podem reduzir o estresse. E ainda ajudam a estimular a resposta de relaxamento.

9. Mantenha o seu círculo social.

Você pode sobreviver com uma pequena ajuda de seus amigos. 

“O apoio social é vital para gerenciar o estresse”, diz Deibler. “Mantenha conexões com a família e amigos. Conversar com outras pessoas pode fazer muito bem.”

10. Procure ajuda profissional.

Lembre-se, você não precisa passar por isso só.

“Às vezes, a ansiedade pode ser difícil de gerenciar sem ajuda profissional”, diz Deibler. “Um psicólogo clínico que fornece terapia cognitivo-comportamental pode te ajudar a aprender e entender melhor a ansiedade e mudar sua relação com seus pensamentos e sentimentos ansiosos. Colegas de trabalho e empregadores também podem expressar sua preocupação por um colega, ajudar a normalizar a experiência e incentivar o indivíduo a procurar ajuda.”

Houve um grande aumento no número de profissionais de saúde que prestam serviços de telemedicina. Portanto, verifique com seu emprego ou seguradora para ver quais são suas opções de atendimento durante a quarentena.


Conheça a série!

Nesta série educacional, a psiquiatra Dra. Daniele Oliveira vai te ajudar a entender mais sobre saúde mental e como conseguir se autoperceber e a perceber aqueles que estão perto de você. Que tal revisar sua mente para que você conheça mais sobre saúde mental e possa se organizar internamente?

Clique aqui para saber mais!